33 anos de Anistia: sobre os avanços e retrocessos de uma mesma lei





 A controversa Lei da Anistia foi assinada no dia 28 de agosto de 1979. E o que isso significa? Quer dizer que os homens e mulheres que lutaram pela democracia no Brasil poderiam finalmente respirar tranquilos e livres de qualquer perseguição.



 Essa lei foi importante por ter garantido que muitos militantes exilados pudessem voltar ao país, e tantos outros, que viviam ainda na clandestinidade poderiam agora retomar suas identidades verdadeiras. MAS ISSO É ÓTIMO, NÃO? Sim,  seria LYLNDO, se a anistia não tivesse sido concedida também aos militares que prenderam, mataram e torturaram tantas pessoas no Brasil.



 Sim, os torturadores e assassinos responsáveis pelo sofrimento de tanta gente, aqueles mesmos que chegaram ao poder no país através de um golpe, receberam o "PERDÃO" do Estado Brasileiro por todos os crimes cometidos.



 Foi com um misto de comemoração e revolta que o Levante Popular da Juventude Capixaba participou no último dia 30 da celebração pelos 33 anos de Anistia no Brasil. O evento, organizado pelo Fórum Direito à Memória e à Verdade, aconteceu no Centro de Vitória, local onde foi recém inaugurado o monumento "Pessoas Imprescindíveis", que homenageia militantes capixabas que lutaram contra a ditadura.



 Realizamos uma intervenção na Praça Costa Pereira e na Rua Sete, apontando todas as injustiças e atrocidades cometidas pelos militares na época. Misturando poesia com indignação, questionamos: ANISTIA PARA QUEM? Seguiremos em luta, e não descansaremos enquanto os responsáveis por esse episódio lamentável da história do Brasil sejam punidos! Nós não esquecemos, e também não deixaremos que ninguém esqueça!








Comentários

Postagens mais visitadas