O que rolou na I AP da juventude capixaba

 Universidade Federal do Espírito Santo. Tarde chuvosa de sexta feira, 9 de novembro. Jovens mulheres reunidas, debatendo o machismo, feminismo e o projeto popular. Mulheres se reconhecendo umas nas outras, se identificando umas com as outras e assumindo uma identidade coletiva. Identidade feminista, socialista e popular!

 A noite vai chegando, mais chuva caindo e a animação só crescendo com a chegada dos companheiros que também participaram da I Assembléia Popular da Juventude Capixaba. São rostos diversos, de todos os cantos do ES. Jovens diferentes na raça, origem, gênero e formação que se aproximam na luta por uma sociedade mais justa e igual. São olhos que brilham, cada um a sua maneira. São corações que pulsam na mesma sintonia construindo um Projeto Popular para o Brasil.

 Relembramos o histórico da Assembléia Popular, que deu seus primeiros passos quando a maioria de nós ainda era criança. Entendemos melhor o que significa esse tal Projeto Popular, e discutimos sobre nós, jovens do campo e da cidade. Acreditamos que somente analisando criticamente nossa conjuntura é que teremos condições de intervir de forma crítica e qualificada na sociedade.

 E foi o que fizemos! Depois das oficinas de agitação e propaganda, organizamos uma ação em Bairro República, localizado ao lado da universidade. Os produtos das oficinas de teatro do oprimido, grafite, fanzine, lambe lambe, stencil e batucada foram direcionados para a ação de rebatismo das ruas Castelo Branco e Arthur da Costa e Silva, que também dá nome a uma escola municipal. A ação encerrou nossa AP da juventude no domingo. Os nomes das ruas e escola foram substituídos pelos nomes de militantes capixabas que lutaram contra a ditadura e foram mortos ou permanecem desparecidos. Marcos José de Lima, Orlando Bonfim Junior e João Gualberto Calantrone.

 Não toleramos que ditadores responsáveis pela morte de tanta gente sejam homenageados em ruas e escolas, enquanto nossos verdadeiros heróis, mortos e desaparecidos, permanecem com sua história de luta invisível para a maioria da sociedade.

 Com esse mesmo espírito de luta e mística, o Levante Popular da Juventude Capixaba manifesta sua gratidão por todos os companheiros e companheiras que participaram conosco da AP da Juventude. Cada movimento ali presente, certamente simboliza mais uma sementinha do Projeto Popular a ser cultivada em nosso Estado. 


Comentários

  1. Ola... Foi muito bom esse encontro do campo e a cidade dentro deste espaço tao lindo que e a Ufes.. PARABENS!!! Tem fotos (Pergunta).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O encontro foi ótimo mesmo! Desculpa, compa. Atrasamos nas fotos mas logo logo postaremos aqui no blog e também no nosso face!

      Abraço e até a próxima!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas