"Filha da Anistia"


 Na última segunda feira o Levante Popular da Juventude Capixaba compareceu ao teatro do Sesi para assistir ao espetáculo Filha da Anistia. Fica aqui nosso agradecimento a Cia Caros Amigos de Teatro, pelo importantíssimo trabalho de sensibilização e despertar de consciências por meio da arte. Acreditamos que só através da organização de um povo criativo, sensível e politizado seremos capazes de lutar por um mundo  mais justo e livre de qualquer forma de opressão.

 Agradecemos também a todos e todas que participaram do debate ao final da apresentação, reforçando nossa certeza de que apenas conhecendo o nosso passado será possível construir um futuro diferente.

Levante Popular da Juventude Capixaba com a equipe da Caros Amigos Cia de Teatro

Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho do grupo, vale a pena acessar o blog da peça Filha da Anistia. Lá estão disponíveis diversos textos, além da agenda com as datas e locais onde acontecerão as próximas apresentações.


"A natureza não é bela;
belos são os olhos que a miram.

2008, 2009, 2010... A noite cai
sobre o mundo. Que fazer?
Silenciar? Sinto sincero respeito
por todos aqueles artistas
que dedicam suas vidas à
sua arte - é seu direito ou
condição. Mas prefiro aqueles
que dedicam sua arte à vida.

Em defesa da arte e da estética,
em tempos de crise e de paz.

Arte não é adorno,
Palavra não é absoluta,
Som não é ruído,
e as imagens falam."

Poesia escrita por Augusto Boal, que foi dramaturgo e diretor de teatro. Criador do Teatro do Oprimido, além de ter participado do Teatro de Arena em São Paulo. Boal foi um dos vários artistas presos durante o regime militar simplesmente por colocar sua arte a serviço do povo.

Comentários

Postagens mais visitadas